QUANDO UM ATABAQUE BATE

QUANDO UM ATABAQUE BATE

 

“Salve, Umbanda!”

E bate o atabaque.

 

Quanto fundamento vem quando um atabaque bate!

Tanto tempo, tanta lembrança…

O couro vibra, vira a alma, a preta testa do tambozeiro sua;

o toque tece a teia que tudo tange,

que tudo tange, que a trama toda treme.

Quanto fundamento tem quando um atabaque bate!

 

Quanto fundamento vem quando um atabaque bate!

Curimba boa? Tambor bom batendo.

Pra bater cabeça, pra cumprir obrigação.

Curtido, o couro quente conta causo, canta conto.

O ponto firma e o fío crê, fío confia.

Quanto fundamento tem quando um atabaque bate!

 

Quanto fundamento vem quando um ataque bate

fundo no mundo de um som que nos pariu,

som surdo que nem o chicote fez mudo,

trom turvo, trovão, trovoada:

“Kaô, kabeciele!”

E o atabaque bate…

por Luciano Nascimento

Aniversariantes de abril

Aniversariantes de abril

Vamos nos congratular com os nossos irmãos aniversariantes de abril!

Luciano Nascimento – 03, Zilma de O. Reis – 04, Maria da Guia – 10, Jorge Nascentes – 18, Tiago Cunha – 23, Mônica Monteiro – 25, Renata H. Martins – 25, Lúcia Angélica – 28,

Parabéns aos aniversariantes! Que nosso Pai Oxalá os abençoe e lhes dê muita paz e amor!